©2017 Direitos reservados para Primeiro Andar. Todas as fotos, salvo indicação em contrário, são de autoria de Gil Carlos Volpato. Desenvolvido por aGenteCV [laboratório de criação]. Criado com Wix.com.

Faça sua pesquisa por categoria
Faça sua pesquisa por palavra
  • Google+ - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Gil Carlos Volpato

Hier wohnte. Aqui morava



Hier Wohnte. Aqui Morava, é um projeto do artista plástico alemão Gunter Demnig que tem como objetivo criar pequenos memoriais para relembrar as vítimas mortas pelo nazismo durante as deportações, nos campos de concentração ou por escolherem o suicídio para escapar do extermínio. As Stolpersteine (pedras-obstáculo, do alemão: stolpern = tropeçar, Stein = pedra) são pedras cúbicas de concreto com aresta de dez centímetros. O lado de cima do cubo é coberto por uma chapa de latão, que contém uma inscrição individual indicando quem, quando e onde. As pedras são fixadas na calçada diante da antiga moradia da vítima e servem para lembrar, em Berlin, Colonia, Hamburgo e muitas outras cidades alemãs, que o primeiro país que Hitler invadiu foi a Alemanha. Hitler, que veio de uma origem humilde e se tornou um ótimo governante, extremamente habilidoso e capaz de transformar a Alemanha em uma potência mundial, acabou como o louco ditador que se perdeu em seu sonho megalomaníaco e sacrificou seu próprio povo para ter mais e mais. Crianças sem limites se tornam adultos em limites! Quando começou sua campanha pelo poder, Adolf só queria livrar a Áustria-Hungria (seu país natal) e a Alemanha dos juros abusivos cobrados pelos banqueiros e agiotas estrangeiros que haviam se instalado nesses países após terem sido expulsos da Rússia, onde também haviam atuado por muito tempo como parasitas especuladores. Depois de viajar na kartoffel, o bigodinho doido tinha destruído meio mundo mas principalmente deixado para o povo alemão um legado de vergonha, uma herança de culpa e uma baita cicatriz que todo diretor de cinema sem criatividade insiste em reabrir. A Rússia matou muito mais do que a Alemanha, mas graças ao Spilberg ninguém lembra disso. Na foto, as pedras contam que oito membros de uma mesma família foram deportados e posteriormente mortos - pelo menos 5 deles em Auschwitz -, incluindo a menina Sally, de apenas um ano. Fotografia: Gil Carlos Volpato, 22 de junho de 2008, em Hamburgo, Alemanha.

#alemanha #hamburgo #pedras #hitler #memorial #russia

5 visualizações