©2017 Direitos reservados para Primeiro Andar. Todas as fotos, salvo indicação em contrário, são de autoria de Gil Carlos Volpato. Desenvolvido por aGenteCV [laboratório de criação]. Criado com Wix.com.

Faça sua pesquisa por categoria
Faça sua pesquisa por palavra
  • Google+ - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Gil Carlos Volpato

Pérolas Coloridas de Chocolate



Para quase todo lugar do mundo que você vá de avião, muito provavelmente antes de embarcar, na ida e na volta, passará por alguma área de 'livre comércio' com produtos importados incluindo eletrônicos, perfumes, relógios, gadgets, souvenirs, cosméticos, bebidas e muito, mas muito chocolate, por preços mais acessíveis do que na maioria das lojas do Brasil. Além dessas lojas dentro dos aeroportos, existem um milhão de outras lojas de marca e de departamento em cada grande cidade por onde você passar. As Apple Store espalhadas pela América do Norte e pela Europa, as El Corte Inglés na Espanha e em Portugal, as Galerias Kaufhof na Alemanha, as Galeries Lafayette na França, a Harrods em Londres, as marcas badaladas na Times Square, na Champs-Élysées, na Avinguda Diagonal, na Via Monte Napoleone e, claro, a Macy's de Nova Iorque, a maior loja do mundo, e suas 768 irmãs espalhadas pelos Estados Unidos, Porto Rico, Guam e Hawaii. Opções de compra não faltarão na sua próxima viagem. Acredite em mim, ao ver os preços praticados lá fora você vai querer trazer um contêiner cheio e vai se perguntar porque raios tudo é tão mais caro aqui no Brasil nosso de cada dia. Pessoalmente não gosto de passar muito tempo dentro das lojas, sou prático: entro, vou direto ao que quero, verifico o preço e decido se levo ou não (geralmente não), se for o caso pago e saio. Seria simples! Mas tenho esposa e filhas e isso complica as coisas. De qualquer modo, enquanto espero gosto de olhar os produtos que a gente não vê por aqui, comparar preços e brincar de 'hoje economizei um montão'. As lojas que mais me chamam a atenção são as de guloseimas com certeza e se a gente se perder uns dos outros, meus companheiros de viagem sabem que me encontrarão onde tiver chocolates Lindt e as pequenas pérolas coloridas de chocolate. Sempre que posso trago pra casa alguma doçura dessas. Ferramentas também me atraem. Lá fora elas são melhores, mais baratas e mais diversificadas. Existem ferramentas, manuais e elétricas, que por aqui a gente nem imagina! Gosto de ferramentas e de trabalhar com elas. Ontem gastei a manhã toda instalando fios e luminárias no quintal de casa. Como de costume, enquanto trabalhava carregava no bolso o iPod Nano que comprei em Nova Iorque à preço de banana para ouvir algum dos álbuns que rigorosamente selecionei para estes momentos de tarefas manuais e esvaziamento mental. 'The Best Of Sade' era a escolha do dia. Comecei ouvindo Your Love Is King e segui pelo álbum com Hang On To Your Love, Smooth Operator, Jezebel, ..., No Ordinary Love (lembram do filme com Demi Moore, Robert Redford e Woody Harrelson?) e outras. Era quase meio-dia quando eu larguei as ferramentas e peguei a chave do carro. Pedi à Fer, minha filha de 12 anos, que preparasse um purê de batatas e saí para comprar alguma coisa. Continuei com os fones nos ouvidos e segui com a música ainda tocando até o Bar da Dona Maria. Quem conhece Bom Retiro sabe onde fica. Fiz o que tinha que fazer e quando já estava novamente dentro do carro comecei a cantarolar a faixa que tinha recém começado: Pearls (Pérolas). Essa música, para mim a mais tocante do álbum, conta uma história bem real e extremamente triste de uma mãe somali que, à beira da estrada, ajunta grãos caídos, como se fossem pérolas com as quais vai alimentar sua pequena filha. As minhas palavras começaram soar enroladas e logo eu estava lacrimejando, enquanto refletia profundamente na letra da música e sentia o aroma delicioso da costela bovina assada que eu tinha acabado de escolher na televisão de cachorro e que agora repousava no banco ao meu lado. Minhas filhas teriam uma mesa farta, enquanto tantos não tem. Não senti remorso por poder me alimentar com mais do que o necessário, poder morar com conforto, poder viver com dignidade ou poder viajar pelo mundo e conhecer um pouco das pessoas e lugares. Não me senti culpado por poder experimentar o sabor dos melhores doces do mundo, mesmo que em pequenas porções. Não! Me senti extremamente grato, por poder fazer tudo isso de modo honesto, como fruto do meu trabalho. Mas fiquei pensando no tanto de gente que nunca vai ter o prazer de embarcar num avião, que nunca vai passar de São Paulo, que nunca vai descobrir outros lugares, outros aromas, outros cenários, outras culturas, outros sabores, outros ares. Muitos não o farão porque estão em situação de extrema pobreza no bolso, e muitos não o farão por que se sentem impotentes na alma. Cresci ouvindo que andar de avião era coisa de rico e que sair do país era difícil, impossível e quase perigoso: - Tu vai se perder lá fora, piá! Mas meu pai não fazia por mal. Nascido no Itororó e crescido em Joaçaba ela já estava feliz por ter passado a lua-de-mel em Florianópolis. Das vezes em que saiu de Santa Catarina, foi até o Nordeste do país como caminhoneiro, não como turista. Era o que ele conhecia. O modo como foi criado. Eu sei que ele queria ter viajado e conhecido o mundo mas não pôde e quando eu viajo sinto que estou realizando um sonho dele também. Ás vezes, principalmente quando estou no Caminho de Santiago de Compostela, me pego imaginando ele ali comigo, e choro. Alguns anos atrás descobri que viajar não é questão de ser rico ou pobre, bonito ou feio. É questão de querer, planejar e ir; nem que seja de carona. E percebi que as pessoas que me dizem que viajar custa caro geralmente compram smartphones aqui no Brasil por preços exorbitantes que pagariam a passagem de ida, o aparelho e a passagem de volta se a compra fosse feita no exterior. Há os que acham que eu sou rico porque viajo. Alguns se sentem mais pobres do que realmente são e alguns nunca irão viajar enquanto não receberem um convite, um apoio ou um empurrão. Por isso me sinto na obrigação de influenciar as pessoas a fazerem as malas e partir. Por isso escrevo e conto as minhas histórias: não para ‘aparecer' mas para convencer que com planejamento e organização dá para viajar sim, e dá para trazer alguma coisa de lá, nem que seja só um pacotinho de M&M’s. Ninguém é tão pobre que não possa caminhar. Fotografias: Gil Carlos Volpato, 08 de setembro de 2011 em Nova Iorque, Estados Unidos; e 01 de abril de 2017 em Madri, Espanha.

Pearls (Sade)

There is a woman in Somalia

Scraping for pearls on the roadside

There's a force stronger than nature

Keeps her will alive

This is how she's dying

She's dying to survive

Don't know what she's made of

I would like to be that brave

She cries to the heaven above

There is a stone in my heart

She lives a life she didn't choose

And it hurts like brand-new shoes

Hurts like brand-new shoes

There is a woman in Somalia

The sun gives her no mercy

The same sky we lay under

Burns her to the bone

Long as afternoon shadows

It's gonna take her to get home

Each grain carefully wrapped up

Pearls for her little girl

Hallelujah

Hallelujah

She cries to the heaven above

There is a stone in my heart

She lives in a world she didn't choose

And it hurts like brand-new shoes

Hurts like brand-new shoes

Pérolas (Sade)

Existe uma mulher na Somália

Procurando por pérolas na beira da estrada

Há uma força mais forte que a natureza

Que mantém a vontade dela viva

Esta é a forma como ela está morrendo

Ela está morrendo para sobreviver

Não sei do que ela é feita

Eu gostaria de ter essa coragem

Ela clama aos céus

Existe uma pedra no meu coração

Ela vive uma vida que não escolheu

E isso machuca como sapatos novos

E machuca como sapatos novos

Há uma mulher na Somália

O sol não lhe dá a sua misericórdia

O mesmo céu que estamos debaixo

Queima os ossos dela

Enquanto as sombras da tarde

Vão levá-la para casa

Cada grão cuidadosamente envolvido

Pérolas para sua menininha

Aleluia

Aleluia

Ela clama aos céus

Existe uma pedra no meu coração

Ela vive em um mundo que ela não escolheu

E isso machuca como sapatos novos

E isso machuca como sapatos novosSalvarSalvarSalvar

#mundo #caminho #caminhodesantiagodecompostela #lindt #chocolate #compra #aeroporto #sade #loja

16 visualizações