©2017 Direitos reservados para Primeiro Andar. Todas as fotos, salvo indicação em contrário, são de autoria de Gil Carlos Volpato. Desenvolvido por aGenteCV [laboratório de criação]. Criado com Wix.com.

Faça sua pesquisa por categoria
Faça sua pesquisa por palavra
  • Google+ - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Gil Carlos Volpato

Metáfora



A vieira é uma metáfora. Os sulcos radiantes na concha, que se juntam num só ponto, representam as várias rotas usadas pelos peregrinos, que acabam por chegar todos ao mesmo destino. A concha encontrada nas praias espanholas já teve também utilidade prática para os peregrinos, pois tinha o tamanho adequado para tirar e beber água das fontes e para servir como tigela de comida, provavelmente aveia ou cevada, que os peregrinos recebiam dos mais bondosos. Além disso a concha pendurada na indumentária e levada pelo peregrino com serena alegria era garantia da proteção concedida pelos reis contra assaltos e ataques: atos de violência contra peregrinos eram severamente punidos. Hoje a vieira aparece como ladrilho nos marcos de cimento, como peça de metal nas ruas e calçadas, como adesivos nas placas, como estampa em camisetas, como adornos nas casas e em mais um milhão de sinais colocados ao longo do Caminho para indicar a direção a seguir. Vi uma infinidade desses marcos por toda a Espanha, esse da foto, porém, está há anos fixado na entrada de nossa casa para me lembrar que todos os meus caminhos começam e terminam exatamente aqui. Fotografia: Gil Carlos Volpato, 02 de abril de 2017, em casa.

#caminho #vieira #ladrilho #sinal

12 visualizações